MEMÓRIA #11: LITTLE NEMO IN SLUMBERLAND! [OURO PURO #1]


* * *

O MEMÓRIA vai ganhar a partir de hoje uma espécie de SUBSEÇÃO HABITUAL -- a OURO PURO, dedicada a quadrinhos selecionados por esse servidor a dedo para seu DELEITE E DESFRUTE. O motivo é simples: nem só de análise vive o nerd e se essas coisas estão aí, é melhor que alguém se dedica a lê-las.

É claro, no entanto, que o NEW FRONTIERSNERD, como blogue que se pauta pela OBSERVÂNCIA AOS BONS COSTUMES, não publicaria hqs que, bom, são roubadas: o trabalho de MINEIRAGEM observará de forma bastante estrita a mais estrita LEGALIDADE: somente vão para o ar histórias que estejam no domínio público ou que, por obra e graça de algum gentil quadrinista, eu seja autorizado a publicar aqui.

Caso ocorra a lamentável hipótese de, ao acessar o seu site favorito, você se veja gritando para as paredes EI, ISSO É MEU ou alguma de suas versões [EI, ISSO É DE FULANO], nada tema: A EDITORIA, que pode ser contatada no editoria@newfrontiersnerd.com.br, entrará em ação para retirar do ar a história, além de castigar de forma obrigatória o FUNCIONÁRIO RESPONSÁVEL – e isso eu posso garantir, porque todas essas pessoas são eu.

Pra começo de conversa, e aproveitando a homenagem do Google ao aniversário de publicação de Little Nemo in Slumberland, a postagem inaugural vai ser dedicado exatamente à vítima favorita de Morfeus, que faria jus a ser descrita como OURO PURO apenas pela composição de página, pelo domínio da perspectiva, pelo repertório narrativo, pelas cores, pela finesse e inventividade do traço, SEPARADAMENTE -- fora que a escolha rima: um artigo sobre Little Nemo, de Stefan Kanfer no City Journal, foi o primeiro link do primeiro NFN DIÁRIO.

As páginas foram tiradas daqui – se você gostou do que viu, lá se pode encontrar TODO O RESTO. A dica partiu de GugaLanik, então a ele você deve os agradecimentos.






Nenhum comentário: