O ESTRANHO CASO DO DR. BUSIEK E DO MR. ENNIS



Garth Ennis tem um objetivo na sua vida: chocar as suas professoras do segundo grau. É a explicação que eu tenho Stitched, a sua série para a editora Avatar [desenhos de Mike Wolfer; amplie a imagem da capa para ver tripas]. Sharaya Read [para o Comics Forgetem outra, que consegue ser ainda menos lisonjeira.

* * *

Kurt Busiek, o homem imune à polêmica #2:

"Que opinião você tem com a qual ninguém concorde, mas a qual você se apega?

Conheço pessoas com um espectro tão amplo de gostos que eu não tenho certeza que poderia encontrar qualquer opinião que não teria qualquer suporte. Acho que o melhor que eu posso encontrar é que quando você *LADAINHA SOBRE LETRAS* ROOOOOOOOOOOONC ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ


Esse ainda é Kurt Busiek.

* * *

A Suprema Corte sueca absolveu Simon Lundström, tradutor de mangás acusado de ter em seu computador imagens de pedofilia -- precisamente os mangás que ele teria que traduzir. Isso diz muito sobre a Suécia e sobre o Japão. Os detalhes sórdidos [nada de imagens, seu PERVERTIDO] você encontra no The Local, o, errr, jornal local.

* * *

Nat Gerler [para o seu próprio blogue, Nat's TV or not TV] levantou uma estatística sobre as adaptações para o cinema de HQs americanas. Há um ponto de quebra em 1982 [o ano em que eu nasci]: a maioria dos personagens que foram criados antes desse ano e que viraram filmes, são propriedade de editoras; a partir de então, de seus próprios criadores. 

O furo: a maior parte dos filmes protagonizados por personagens de editoras [Batman, Thor, X-Men] deve muito mais à versão oitentista [ou pós-oitentista] dos personagens do que à original.

* * *

Dave Richards, do CBR, entrevistou Matt Fraction sobre o estado das coisas em The Invincible Iron Man. Não sou muito fã do Salvador Larroca [que trabalhou em diversos títulos mutantes], mas li e recomendo as primeiras edições dessa série.

* * *

Memory Lane #2: Warren Peace resenhou Groo the Wanderer #3 [de Sérgio Aragonés], também no seu próprio blogue [Warren Peace Sings the Blues!]. É o primeiro gibi do Groo que eu li. Comprei no SUPERMERCADO UNIDÃO. Era um "2 por 1" que embalava em um mesmo plástico essa revista e a graphic-novel do Surfista Prateado do Moebius. Que fique registrada a homenagem ao Funcionário de Depósito de Encalhe Desconhecido.


* * *

Um pouco de alegria para esses corações amargurados #2: toda a história das Tartarugas Ninja. Rob Lammle, para o Mental Floss.

Nenhum comentário: